Quarta-feira, 19 de agosto de 1987
2:45 pm:

O Colecionador de Armas acaba de dar os últimos ajustes na sua roupa de Rambo com direito a faixa na cabeça e tudo mais. Escolhe suas armas – uma 765 e uma AK 47. O dia está lindo, céu azul-anil, sem nuvens. Uma autêntica tarde de verão.

Parado na soleira da porta, o Colecionador inspira de leve a brisa quente. Um suspiro e… sai da um rolé de mãos dadas com a Morte, AK 47 engatilhada.
Ora, veja só! A mamãe fazendo piquenique com seu filho – 13 tiros em suas costas.

Então nosso desajustado mental prossegue pela A4, em direção a Hungerford. Para em um posto de gasolina, atira no caixa e erra duas vezes antes de ir embora e retomar seu percurso em direção à sua cidade.

Ao voltar pra casa, o Rambo fake atira no próprio cachorro, ateia fogo na sua casa e depois começa a mirar nos vizinhos, atirando em cinco pessoas. Chegou um policial à cena. Uma lástima… Roger Brereton morreu na hora dentro da viatura.

Em seguida o desequilibrado começa a vaguear pelas ruas da cidadezinha indiscriminadamente, atirando a torto e a direito em qualquer um que passasse e, algumas vezes, invadia casas e atirava em quem quer que encontrasse. Sua mãe – coitada! – tentou conter a cólera endemoniada do filho mas ele atirou nela e a matou com um único tiro.

Em pouco menos de uma hora o Monster High já havia dado cabo de treze pessoas e ferido outras 16. Satisfeito (ou não) o matador vai até a sua antiga escola que, fazendo jus ao ditado “a criança e ao borracho, Deus põe a mão embaixo”, estava fechada devido as férias escolares.
Não demorou muito os policiais cercaram o prédio. Várias tentativas de negociação mas sem nenhum êxito.

As 8:10 pm os policiais invadiram a escola munidos de equipamentos de detecção de calor. O atirador estava em um canto da secretaria e não se movia. Já era tarde demais, o Sniper usou a arma contra si mesmo.
As 8;45 pm o sr. Smith anuncia: “A tragédia acabou”.

Nota: até hoje ninguém soube o real motivo que levou Michael Robert Ryan, 27 anos, atirador profissional e colecionador de armas de fogo, a cometer tamanho massacre. Avisaram da atrocidade a sra. Thatcher de uma linha direta e o então ministro adjunto, Douglas Hogg prometeu reconsiderar as leis sobre armas na Grã Bretanha “Este é um acidente terrível e nada do que eu diga poderá transmitir meus sentimentos de profundo pesar para com as familias dos mortos e feridos”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s