Breve síntese do texto “Sobre a ideia de competência”

No texto Sobre a ideia de competência, Nílson José Machado especifica a noção de competência utilizando, para isso, seis elementos fundamentais para constituir tal conceito. São eles: pessoalidade, âmbito, mobilização, conteúdo, abstração e integridade. Segundo o autor, para que tal conceito seja válido é necessário que haja uma conexão entre todos esses elementos, caso contrário a noção de competência não passa de uma metáfora.

            Em primeiro lugar, o autor afirma que competência só pode ser aplicada a pessoas por estas viverem em sociedade e também por que somente as pessoas se constituem, exercem determinados papéis dentro do grupo social em que vivem e também por possuírem uma vocação, um talento que facilita o desenvolvimento de certas habilidades para exercerem determinadas funções. Por isso, é de exclusiva atribuição a noção de competência às pessoas.

            Pelo fato de vivermos juntos, nos encontramos em certo espaço físico, o qual delimita e limita nossas funções. Um engenheiro não precisa ser necessariamente um pesquisador da mesma forma que um pesquisador não precisa ser necessariamente um engenheiro; um mestre de obras pode se tornar engenheiro, mas deverá aprender os conceitos de engenharia e só então aplicá-los a sua função.

            Dentro dessa premissa, Machado explica que a competência também está associada à capacidade de mobilização. Esta capacidade seriam as habilidades e conhecimentos em utilizar recursos e materiais disponíveis para exercerem determinadas tarefas em um determinado âmbito.

            A capacidade de mobilização está ligada ao conteúdo, ou seja, ao conhecimento de que necessitamos e/ou adquiridos para realizar qualquer ação. A falta de conhecimento é o principal indício da incompetência.

            Outro elemento fundamental é a abstração. O indivíduo que se limita a determinado âmbito/contexto, que limita seus conhecimentos a ponto de restringir sua evolução intelectual e prática, pode sem dúvida ser considerado um incompetente. É preciso, no entanto, contextualizar seus conhecimentos a fim de complementar continuamente o movimento contextualização/abstração.     

            O autor finaliza suas considerações com uma explanação sobre a integridade. Esse elemento, profundamente vinculado a pessoalidade, exerce um papel fundamental: ela possui ao mesmo tempo a noção de íntegro, um indivíduo que tenha caráter, personalidade, e também a integração do indivíduo na sociedade, no meio em que vive. Desconsiderando tal afirmação a noção de competência se restringe apenas à técnica. 

            Há também a possibilidade de associar a ideia de competência à noção de competição, com a diferença de que o resultado da competição não seja o de alcançar um objetivo individual, mas sim um objetivo em comum.

Anúncios

Um comentário sobre “Breve síntese do texto “Sobre a ideia de competência”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s